Blog  ·  10/09/2019

5 dicas para quem vai abrir uma pequena empresa

pequena empresa

Se você já pensou em abrir o seu próprio negócio, ou está naquela fase de amadurecimento da ideia, com certeza fez uma pesquisa em busca de bons conselhos e dicas sobre negócios.

Você encontra muitos websites que gostam de falar sobre a jornada do novo empreendedor. São tantos que, ao invés de encontrar soluções, você encontra um processo confuso e até mesmo desanimador para quem busca praticidade. 

Não existe uma fórmula mágica que vai fazer as coisas acontecerem da noite para o dia. Algo que você misture em uma panela e depois de algumas mexidas vai encontrar tudo pronto e bem estruturado.

Queremos que você pegue todas as dicas e conselhos que você encontrar na internet, ouviu de amigos ou de profissionais que respeita e escolha aquelas que te façam pensar de uma forma nova e totalmente diferente.

Sabe a famosa frase “que te faça sair da caixinha”? É esse o espírito.

Fizemos uma compilação com cinco conselhos “fora de padrão”, mas que são valiosas para quem vai abrir uma pequena empresa pela primeira vez na vida. 

Dicas para iniciar seu pequeno negócio

Abrir o seu próprio negócio pode te fazer passar por um turbilhão de sensações. Você pode ir do "muito animado” para o “muito desesperado” em poucos segundos. Isso pode acontecer, mas não é o fim do mundo. Com essas cinco dicas o processo pode ser mais leve e criativo!

Primeira dica: Se tiver medo, continue assim mesmo!

Muitas pessoas sonham em empreender, mas ao invés disso, elas acabam colocando suas ideias em uma gaveta, a trancam e depois jogam a chave fora. Por quê?

Usando desculpas o tempo todo para não seguir em frente com seu projeto.

As desculpas podem envolver tempo, dinheiro, família, responsabilidades ou qualquer outra razão que as convença deixar para depois o que deveria ser feito o mais rápido possível para não perder oportunidades.

Quem nunca sentiu medo de acordar um belo dia e perceber que é o seu próprio patrão e que se não entrar dinheiro no caixa não vai ter dinheiro para pagar as contas?

É assustador? Sim. Dá medo? Muito. Mas se você decidiu que quer isso deve pegar o seu medo e seguir o caminho mesmo assim. Os riscos acompanham qualquer tipo de operação e negócio, a preocupação é totalmente normal e esperada.

O mercado apresenta muitas histórias de empresários que abriram seus negócios nadando contra uma correnteza de desculpas que tentam as impedir de alcançarem seus objetivos.

Segunda dica: Aposte sempre na simplicidade

A simplicidade é valiosa e nunca deve ser subestimada, principalmente no mundo dos negócios. A proposta “menos é mais” é válida para qualquer segmento, independente do seu tamanho e experiência de mercado. 

Seguir essa estratégia logo no início pode ajudar os novos empresários a evitarem problemas no meio do caminho.

Quer uma ajuda? Se pergunte o quanto a simplicidade pode afetar o seu negócio, os produtos que você vende e os serviços em que as pessoas confiam. Os consumidores não querem complexidade, querem valor com um toque de simplicidade.

Para Leonardo da Vinci “a simplicidade é o último grau de sofisticação”. Explorar o máximo que puder do simples é fundamental, independente do seu objetivo, do tamanho do seu negócio e do valor que você defende.

Quase todo o trabalho tem o objetivo de transformar o complexo em algo simples:

  • professores buscam implementar conceitos novos para que seus alunos entendam o desconhecido de maneira simplificada.
  • escritores transformam ideias complexas e confusas em histórias que podem ser compreendidas facilmente por pessoas de todas as idades e níveis.
  • músicos tocam acordes complexos, com escalas e ritmos e os transformam em músicas que podem ser compreendidas e ouvidas pelas pessoas mais leigas.

Quando se é ótimo naquilo que faz, um negócio, um produto ou um serviço pode parecer muito mais simples para quem está observando, mesmo que na verdade não seja. 

Terceira dica: Ofereça soluções para os problemas dos seus clientes

Não basta começar um negócio, você precisa resolver um problema.

É comum as pessoas procurarem por produtos melhores, personalizados, mais luxuosos, mais artesanais.

Os consumidores estão sobrecarregados com todas as escolhas que devem ser feitas diariamente. Conseguir um fragmento de atenção é quase impossível, por isso você precisa fazer algo diferente e melhor que toda a sua concorrência para fazer valer a pena. É isso que os consumidores esperam.

Pense como se fosse seu cliente, qual é a real dor dele? Como você pode oferecer um analgésico para essa dor?

Quarta dica: Sempre tenha um plano caso seu caixa fique no zero

Acredite, a probabilidade disso acontecer é grande. Mas isso não deve ser uma desculpa para impedir a ideia acontecer.

Lançar uma ideia no mercado é algo arriscado e tudo pode dar errado de uma vez só. Qualquer empreendedor pode passar por essa péssima experiência.

Mais da metade dos novos negócios podem falhar nos primeiros cinco anos de abertura. Como você lidaria com a falta de dinheiro no caixa?

Pensar em um plano “para o caso do pior acontecer” pode te ajudar quando a situação ficar feia, mas também pode te ajudar a evitar que problemas aconteçam.

E caso tudo dê errado, você pode precisar de um emprego temporário, morar com os seus pais ou talvez pegar um empréstimo com o banco.

Prepare-se para todas as situações. 

É importante lembrar que manter esse pensamento não é abrir um negócio sabendo ele vai dar errado, mas sim estar preparado para todas as situações e saber lidar com elas. 

Quinta dica: Siga todas as regras e regulamentações

Você pode até começar o seu negócio na maior empolgação. Esse é um momento emocionante! Sua cabeça está a mil por hora, você tem muitas ideias, quer comprar equipamentos, quer revolucionar o mundo.

Isso é muito bom, mas faça tudo de acordo com as leis. Os negócios podem acabar mais rápido do que você imagina caso não cumpra as regulamentações.

Coloque no papel a contabilidade, o jurídico, as fiscalizações, contratos, garantias, tudo! Consulte sempre um profissional para ser orientado e não deixar nenhuma papelada de fora.

Criou coragem para montar o seu próprio negócio? Esperamos que essas dicas tenham te ajudado a enxergar os negócios com outros olhos. Deixe o seu comentário e compartilhe toda a sua jornada! E não esqueça de seguir as nossas redes sociais para acompanhar todas as nossas dicas.

Gostou do nosso conteúdo? Então não deixe de nos acompanhar nas Redes Sociais e conferir outros conteúdos exclusivos! Estamos no Facebook, Instagram e no YouTube!

Caso você tenha alguma dúvida, pode entrar em contato com o nosso time de especialistas!

Até a próxima.

POSTS RELACIONADOS